Prioridades, atividades e realizações

Prioridades

Alinhado com:

  • Declaração de Kampala
  • Declaração de Bamako sobre pesquisa em saúde
  • Declaração de Argel sobre Investigação para a Saúde na Região Africana
  • Ampliar atividades de formação e treinamento dos profissionais de saúde em todos os países de língua portuguesa
  • Promover e implementar a cooperação técnica para a continuidade e sustentabilidade das Bibliotecas Virtuais em Saúde (BVS) e o treinamento nos países, que permitirá aos profissionais de saúde o compartilhamento de experiências em sua própria língua, em seus contextos e a criação uma comunidade de apoio para enfrentar esses desafios, por meio da utilização das melhores práticas
  • Promover a produção e partilha de conhecimento na área da saúde em português
  • Fortalecer o grupo de discussão HIFA-pt
  • Incentivar programas de ensino à distância
  • Ampliar o projeto Biblioteca Azul, aumentando sua disseminação nos países
  • Promover a formação dos gestores da Biblioteca Azul
  • Utilizar as tecnologias da informação e as mídias sociais para promoção do intercâmbio de conhecimento
  • Colaborar com treinamentos do HINARI nos países de língua portuguesa

Realizações do programa

A rede ePORTUGUÊSe tem apoiado novas oportunidades de aprendizado a distância, especialmente com a rede RUTE (Rede Universitária de Telemedicina do Ministério de Ciência e Tecnologia do Brasil).

Fortaleceu a colaboração e parceria com outros departamentos, unidades e programas da OMS.

Destaques:

  • Avaliação externa da rede ePORTUGUÊSe e baseada nessa avaliação criou um plano de trabalho com os países
  • De 2006 a 2014 enviou 306 bibliotecas azuis
  • O número de membros do grupo de discussão HIFA-pt ultrapassou 2100 membros
  • Contribuiu para a tradução dos seguintes documentos:
    • Todos os Relatório Mundiais da Saúde desde 2005
    • Materiais relacioandos com a Parceria Africana para a Segurança do Paciente (APPS)
    • Atualizações de materiais para o HINARI
    • Diversos filmes publicitários da OMS
  • Reforçou as parcerias com:
    • Parceria Africana sobre a Segurança do Paciente (APPS)
    • Rede Mundial de Alerta e Resposta a Surtos Epidêmicos (GOARN)
    • Rede Universitária de Telemedicina (RUTE)
    • HINARI
    • EVIPNet
    • Departamento de HIV/AIDS
    • outros
  • Ofereceu estágio para 11 jovens de diversos países

Planos Futuros

  • Reforçar a parceria com outros programas da OMS, tais como: Parceria Africana sobre a Segurança do Paciente (APPS), Rede Mundial de Alerta e Resposta a Surtos Epidêmicos (GOARN), Rede de políticas informadas por evidências (EVIPNet), Programa de acesso à rede eletrônica de pesquisa em saúde (HINARI), Programa de Segurança do Paciente, Departamento de HIV/AIDS
  • Continuar seu apoio a programas de educação à distância em colaboração com universidades brasileiras e portuguesas
  • Fortalecer a Rede RUTE (Rede Universitária de Telemedicina) do Ministério de Ciência e Tecnologia do Brasil
  • Contribuir para a tradução de documentos selecionados
Compartilhar