Criação da Rede ePORTUGUÊSe

A rede ePORTUGUÊSe foi criada logo após o Fórum Global de Pesquisa em Saúde realizado na cidade do México em novembro de 2004 para fortalecer a colaboração entre os países de língua portuguesa na área da informação e capacitação em saúde.

Esta é uma plataforma que oferece aos oito países de língua portuguesa (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste) a oportunidade de receber informação em saúde atualizada e relevante em seu próprio idioma.

O ePORTUGUÊSe veio satisfazer uma longa demanda dos profissionais de saúde dos PALOP (paises africanos de língua oficial portuguesa) que continuamente requisitavam a possibilidade de acessar informação em saúde em seu próprio idioma e um exemplo de estratégia global da OMS que visa estender o princípio do multilinguismo aos países em desenvolvimento.

Considerada a sétima língua mais falada no mundo, o português tem quase 300 milhões de pessoas distribuídas por oito países em quatro continentes e abrange quatro regiões da OMS (AFRO, AMRO, EURO, SEARO).

A rede ePORTUGUÊSe é uma plataforma desenvolvida especificamente para os países de língua portuguesa é uma oportunidade para que os países atinjam suas metas previstas nos Objetivos do Desenvolvimento do Milênio.

Compartilhar